Uma divisão mais justa das cotas de televisão

Como noticiou o site Esporte Uberlândia em uma matéria do Wilson Barbosa, foram definidas as cotas de televisão do Campeonato Mineiro 2018. Os clubes da capital, Atlético, Cruzeiro e América levaram, 12,12 e 3 milhões de reais respectivamente, enquanto os outros clubes do interior levarão 1 milhão cada.

Em minha opinião essa divisão não é nem um pouco justa, acho correto Cruzeiro e Atlético ganharem o valor que ganham, mas não concordo com o América levar três vezes mais que os outros clubes. Ao meu ver, a divisão mais justa seria se fosse levada em consideração a média de público do campeonato anterior, sendo que os 2 clubes que vieram do Módulo II, receberiam a média correspondente dos clubes que foram rebaixados.

Confira com ficariam as cotas, caso o critério acima fosse aplicado:

Como Tricordiano e América de Teófilo Otoni foram rebaixados, não receberiam a cota de televisão, enquanto que Patrocinense e Boa que conseguiram o acesso, ficariam com a média das cotas que os rebaixados teriam direito que é o valor de R$ 841 321,82.

COMPARTILHAR
Evandro Junior
Mestrando na Universidade Federal de Uberlândia em engenharia elétrica. Acompanha o futebol em todo âmbito, internacional, nacional e regional.

DEIXE SEU COMENTÁRIO