Se prepare para fortes emoções

Através dessa coluna, venho  explicitar minha preocupação em relação ao árbitro que foi escalado para a partida entre Uberlândia Esporte Clube e o Cruzeiro, time em que este senhor está diretamente envolvido.

O senhor Ricardo Marques Ribeiro, que  é um funcionário do vice-presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, representa diretamente um clube em que  o presidente do Uberlândia Esporte Clube se declara torcedor.  Sim, o presidente do U.E.C. é cruzeirense.  Complicado?

Para quem não se lembra, no ano de 2009 esse mesmo árbitro prejudicou o time do triângulo mineiro ao marcar incorretamente um pênalti e, para completar, expulsou o jogador do Uberlândia Esporte.

O Alexandre Kalil, presidente do Atlético Mineiro entre 2008 e 2014, pessoa de atitude e coragem diga-se de passagem, fez um pedido junto à Comissão Nacional de Arbitragem para afastar o suposto “tendencioso” devido à sua ligação com o time rival.

Seria ético a não escalação desse cidadão para as partidas em que envolva o time ligado a ele diretamente, mas o que esperar de um time adversário em que seu presidente é cruzeirense assumido?

Como já pude perceber inúmeras vezes, o torcedor faz registros dos jogos através de seus celulares. Em caso de algum registro de marcações irregulares feitas pelo senhor Ricardo Marques Ribeiro, postem seus vídeos na internet justificando a atitude, porque dessa forma, quem sabe, outros times possam utilizar essas imagens e conseguir intervir na escalação desse senhor em jogos contra o time celeste da capital mineira, o que, infelizmente, não será possível no Parque do Sabiá por motivos óbvios.

COMPARTILHAR
Dalena Júnior
Dalena Júnior é natural de Ituiutaba, formado em fisioterapia na cidade de Santos (SP) e uberlandense de coração. Assíduo em estádios de futebol, foi comentarista de programas esportivos locais no interior paulista nos anos 90.

DEIXE SEU COMENTÁRIO