Regras que não serão cumpridas

Todos nós sabemos o quanto a “dona” CBF se preocupa com o futebol brasileiro. O quanto ela se interessa, principalmente, pelos clubes. E o quanto as leis pela “melhoria do futebol” nacional são respeitadas. O Profut esta aí e nunca foi cumprido.

Seguindo a resolução da CONMEBOL, a CBF também resolveu criar novas regras para que clubes possam participar de competições nacionais organizadas por VSa.

Os clubes, se quiserem entrar em campo para as competições da CBF, terão as seguintes obrigações:

  • Possuir um centro de treinamento;
  • Possuir estádios que respeitam as normas nacionais e internacionais (podendo ser da prefeitura);
  • Ter um time atuante no futebol feminino;
  • Ter categoria de base
  • Ter gestão profissional com diretores de Marketing, de Futebol e de Comunicação;
  • Transparência e equilíbrio financeiro.

O cronograma para cada série será o seguinte

2018 – Clubes Série A
2019 – Clubes Série B
2020 – Clubes Série C
2021 – Clubes Série D

Além destas normas, ano a ano, a CBF colocará em prática outras exigências.

 

Podem me chamar de machista, mas exigir futebol feminino só pode ser piada! Nada contra futebol feminino, porém uma coisa nada tem a ver com outra. Que o futebol feminino prospere, mas sem uma obrigação absurda destas.

Alguém realmente acredita que, pelo menos, 30% destas regras serão cumpridas?

O jeito é rir para não chorar!

 

 

COMPARTILHAR
Welison Silva
Welison Silva é empresário de profissão e jornalista amador por paixão, foi blogueiro no Globo Esporte e criador do programa resenha do site Canal UEC e logo após Futebol Uberlândia. Apaixonado por futebol e principalmente pelo Uberlândia Esporte Clube, vive dando seus pitacos em relação ao esporte bretão.

DEIXE SEU COMENTÁRIO