Série: Mascotes brasileiros. “Coelho”

De volta à região central do estado, vamos falar do América Mineiro, mais precisamente do Coelho, mascote que surgiu da criação do cartunista Fernando Pierucetti, o Mangabeira que, como foi dito nas duas primeiras matérias dessa série, também foi responsável pela criação de vários outros mascotes em Minas Gerais.

O mais curioso é que o América Mineiro era conhecido por Pato em alusão ao Pato Donald, da Walt Disney, e isso se deu pelo fato do time se envolver em uma série de polêmicas, como Donald, principalmente em 1929, quando o América solicitou a anulação de uma partida contra o Cruzeiro.

Mas em 1943, o famoso cartunista do jornal “A Folha de Minas” sugeriu o Coelho como mascote do América devido a sua esperteza. Sugestão foi acatada pelos torcedores e o Coelho foi estabelecido a partir de então.

COMPARTILHAR
Pácis Junior
Pácis Júnior é cineasta, diretor da série humorística Piadorama, e documentárista. Foi diretor do programa Resenha, do Futebol Uberlândia, e hoje é coordenador da Manchete Esportiva.

DEIXE SEU COMENTÁRIO