Fluminense quer anular partida contra o Flamengo

Parece que o Fluminense não perdeu a mania de apelar para a justiça desportiva, quando o resultado final de seu desempenho não é suficiente.

Após ser derrotado pelo Flamengo em Volta Redonda, o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, afirmou que o fato da anulação do segundo gol do Fluminense ter sido afetado por interferência externa, uma regra de jogo foi descumprida, o que levaria a anulação da partida.

Já o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira, debochou da situação e afirmou, ao UOL ESPORTES, que a tentativa de anulação é “ridícula”, e completou: “não entendi essa certeza de interferência externa, quando vimos que o bandeira marcou impedimento. É direito de fazer gols ilegais? O lance foi tão claro que um árbitro de padrão Fifa jamais se enganaria. Não estou vendo tanto motivo para isso, a não ser o fato de que o Flamengo esta incomodando…”

Toda a confusão ocorreu aos 39 minutos, após o segundo gol do Fluminense ter sido anulado por impedimento pelo assistente Emerson Augusto de Carvalho. Para piorar, o árbitro Sandro Meira Ricci, que havia concordado com o assistente, voltou atrás e validou o gol. Como se não bastasse, após uma confusão que gerou 13 minutos de atraso, mudou de ideia novamente e acatou o impedimento, justificando aos jogadores do Fluminense que, após a validação do gol, havia sido informado por terceiros, estes que teriam visto o lance na TV, que o lance era de impedido.

COMPARTILHAR
Odilon dos Reis
Odilon dos Reis é um amante da sétima arte, Web Master, especialista em marketing de rede e jornalista por vocação. Foi colunista do Canal UEC e Futebol Uberlândia além de escrever para a revista Trombeta.

DEIXE SEU COMENTÁRIO