Minas protagoniza conquista no Aberto dos Estados Unidos

Não é a primeira conquista de Bruno Soares entre duplas em um Grand Slam. A expressão no noticiário esportivo caracteriza conquista espetacular, sucesso maior (no caso esta chancela é para o “Australian Open”, Roland Garros- o Aberto da França, Wimbledon e o US Open.

Semana passada houve festa mineira e britânica em Nova Iorque. O brasileiro fez história atuando ao lado de Jamie Murray, aplicando 6/2 e 6/3 em Pablo Carreño Busta e Guillermo Garcia Lopez (ambos espanhóis). Ambos fecham o anuário de Grand Slams arrebatando o título. Porém, Bruno ergueu os prêmios no GS de abertura, na Austrália, tanto em dupla masculina com Murray, quanto em dupla mista com a russa Elena Vesnina. O mineiro segue escrevendo páginas nos principais torneios do tênis profissional já contabilizando 5 primeiros lugares e mais duas finais na categoria de duplas mistas ou de simples.

A equipe do Brasil teve honrosa participação nas Olimpíadas disputadas em casa. Com o croata Ivan Doding, outro mineiro, Marcelo Melo conquistou nas duplas o título de Roland Garros, no meio do ano; reescrevendo o nome do Brasil na Terra onde até hoje Gustavo “Guga” Kuerten é rei. Na Copa Davis, ficamos no quase e novamente disputaremos a fase de “Play offs”, a popular repescagem. Mas podemos dizer que somos o país do vôlei, o país do futebol (sem muita convicção) e o país do tênis.

COMPARTILHAR
Paulo César Borges
Paulo Cesar Borges é jornalista graduado em Uberlândia, tendo atuado por 24 anos em emissoras de rádio, tv e em um jornal da região. Realizou coberturas jornalísticas em três países. Sua atuação anterior foi o retorno à rádio Educadora, por onde atuou nos anos 1990. Foi exatamente em 1990 que iniciou em 04 de janeiro sua trajetória na imprensa através do rádio. Passou várias vezes pelo prefixo 580 Khz (hoje Rádio América) e por nove anos defendeu as cores da Rádio Cultura AM.

DEIXE SEU COMENTÁRIO