Negociação com TV segue emperrada e clubes podem ter elencos comprometidos

Com o término do Campeonato Mineiro 2016 foi encerrado o último contrato de transmissão em TV aberta com a Rede Globo de Televisão. E iniciou-se, desde então, os contatos para a transmissão do campeonato 2017.

A principio, os clubes entendiam que poderiam ocorrer algum tipo de concorrência, seja com outra TV aberta ou mesmo com o Esporte Interativo, este que por sua vez tem contrato com alguns estados e, principalmente, com a Copa do Nordeste, vitrine do Canal em âmbito nacional.

Contudo, nem o Esporte Interativo nem outro canal de TV aberta, até então, se mostraram interessados em concorrer com a Rede Globo pelos direitos de transmissão, ou seja, dificilmente o canal irá ceder em relação aos valores pretendidos pelos clubes. E pior que isso, ainda não houve a tão esperada renovação de contrato.

A maior renda para os clubes do interior geralmente é fruto destes contratos de TV. imaginando um cenário negro, o que ocorrera caso não aconteça esta renovação?

Vale lembrar que em 2016 os clubes do interior tiveram uma verba de 600 mil reais. Ja Atlético e Cruzeiro contaram com 7 milhões cada, enquanto o América 2 milhões aproximadamente.

Ao que tudo indica, o novo contrato não terá aumento substancial e caso não ocorra a renovação, os cubes terão que se virar com migalhas para montagem de seus elencos de 2017.

COMPARTILHAR
Welison Silva
Welison Silva é empresário de profissão e jornalista amador por paixão, foi blogueiro no Globo Esporte e criador do programa resenha do site Canal UEC e logo após Futebol Uberlândia. Apaixonado por futebol e principalmente pelo Uberlândia Esporte Clube, vive dando seus pitacos em relação ao esporte bretão.

DEIXE SEU COMENTÁRIO