Nove razões por que toda mulher deveria fazer musculação

Se você é daquelas que ainda acredita que deve passar longe do levantamento de peso na academia e ficar somente com os exercícios aeróbicos, por pensar que se fizer musculação ganhará músculos enormes, dignos de um fisiculturista, é nosso dever te alertar que sua ideia em relação a esse tipo de treinamento está bastante errada.

Além do fato de que para ter o corpo igual ao dos homens e mulheres do fisiculturismo seria necessário que você seguisse um treino rigoroso e uma alimentação específica, deixar de fazer um treinamento de fortalecimento significa não aproveitar uma série de benefícios que essa prática trás.

Na lista a seguir você confere quais são eles e descobre 9 razões porque todo mulher deveria fazer musculação.

1. Você queimará mais gordura

Enquanto praticar um exercício aeróbico, como ficar um tempão andando na esteira, queima gordura e massa muscular, um treino de musculação elimina quase que exclusivamente somente gordura.

Além disso, um estudo divulgado na publicação Obesity (Obesidade, em inglês) revelou que o treino de fortalecimento é mais eficiente na eliminação de gordura abdominal do que os exercícios aeróbicos.

E não podemos esquecer que perder músculos não é algo nada positivo, tendo em vista que eles dão sustentação aos ossos, colaboram com a proteção de nossos órgãos internos, são responsáveis pelos movimentos e estabilidade do corpo, podem ser utilizados como fonte de energia, e quanto mais músculos uma pessoa tiver, maior será a quantidade de calorias queimadas por ela.

2. Você queimará mais calorias

Pesquisas já mostraram que um aumento de 0,5 kg de massa muscular faz com que de 30 a 50 calorias a mais sejam eliminadas por dia. Isso acontece porque são os músculos de uma pessoa que determinam qual será o ritmo de seu metabolismo, até quando ela não estiver praticando nenhum tipo de atividade física.

De acordo a especialista em fortalecimento feminino Holly Perkins, quanto mais músculos alguém tem, maior é a quantidade de energia que seu corpo gasta.

“Tudo o que você fizer, desde escovar os seus dentes até dormir ou checar o seu Instagram, você estará queimando mais calorias (se tiver mais músculos)”, explicou a especialista.

3. Você será mentalmente mais forte 

Além dos benefícios físicos que a musculação traz, a modalidade também é capaz de ajudar as mulheres a se tornarem mais fortes mentalmente. Quem garante isso é a treinadora de levantamento de peso olímpico e autora do livro Lift Weights Faster(Levantes Pesos Mais Rápido, tradução livre) Jen Sinkler.

Segundo ela, ao desafiar-se constantemente a fazer coisas que achou que nunca fosse conseguir fazer, a confiança da mulher é elevada. “Levantar peso te empodera”, afirmou. 

4. Você terá uma flexibilidade melhor

Pesquisadores da Universidade da Dakota do Norte, nos Estados Unidos, fizeram um estudo comparando os efeitos de alongamentos estáticos e treinos de fortalecimento em relação à flexibilidade.

A conclusão a que eles chegaram foi que um treinamento completo de musculação – em que o praticante alcança toda a amplitude de movimento, exercitando-se desde o ponto mais alto até o mais baixo – melhora a flexibilidade na mesma proporção que os alongamentos estáticos.

Para quem tem dificuldades de atingir a amplitude de movimento com o peso que está acostumado a treinar, a recomendação é que use halteres mais leves, caso deseje ter uma flexibilidade melhor.

5. Você deixará os seus ossos mais fortes

O levantamento de peso não trabalha simplesmente os músculos, pois também promove o fortalecimento dos ossos. Ao fazer uma série como a rosca, por exemplo, os músculos dão uma espécie de puxão nos ossos do braço, que reagem criando novas células.

O resultado disso é que os ossos tornam-se mais fortes e mais densos.

6. Você diminuirá o tamanho das roupas

Quanto maior for o percentual de músculos em uma mulher, consequentemente com uma taxa de gordura mais baixa, menor ela será. A especialista Holly Perkins explicou que por mais que a musculação geralmente aumente o peso corporal total, o treinamento também resulta na diminuição de um ou dois tamanhos de vestido.

Já a treinadora Jen Sinkler enfatizou que é muito improvável que a praticante de musculação adquira o temido corpo musculoso, a não ser que seja essa a sua intenção. “As mulheres produzem aproximadamente 5 a 10% da quantidade de testosterona (o principal hormônio ligado ao ganho muscular) que os homens possuem, o que limita o nosso potencial de crescimento muscular quando nos comparamos com os homens. Para aumentar muito de tamanho, você basicamente precisaria viver em uma academia”, ressaltou.

7. Você trará alívio às dores nos joelhos

treino15
Divulgação

Uma musculatura mais forte ajuda os joelhos a permanecerem em sua posição correta, o que ameniza os problemas relacionados às dores no local. Como explicou a especialista Holly Perkins, um treino de fortalecimento apropriado pode ser uma das soluções para as dores nos joelhos.

8. Sua corrida será melhor

Com os músculos mais fortes obtidos por meio do levantamento de peso, a sua performance em outras atividades físicas será melhor. Dessa maneira, os músculos centrais do seu corpo serão mais eficientes na hora de suportar o peso do seu corpo e mantê-lo no posicionamento ideal durante uma corrida, por exemplo. Isso sem contar que as suas pernas e braços estarão mais potentes, o que também facilitará o exercício.

Como se tudo isso não bastasse, o aumento no número e no tamanho de fibras musculares que te abastecem quando você corre poderão fazer com que a quantia de calorias que você queima em sua corrida seja mais elevada. 

9. Você melhorará a saúde do seu coração

Como muita gente já sabe, o exercício aeróbico – que também é chamado de cardiovascular – oferece benefícios à saúde cardiovascular, como o próprio nome já indica. Entretanto, ele não está sozinho no grupo de treinamentos físicos que fazem bem ao coração: a musculação também ajuda nesse sentido.

Prova disso é um estudo feito de Universidade do Estado de Appalachian, nos Estados Unidos, em que depois de avaliarem pessoas que realizaram 45 minutos de exercícios de resistência em uma intensidade moderada, os pesquisadores identificaram que os participantes tinham diminuído a sua taxa de pressão arterial em 20%.

De acordo com o site Fitness Magazine, esse índice é tão bom ou até melhor do que o efeito trazido por grande parte dos medicamentos utilizados para controlar a pressão arterial.

COMPARTILHAR
Xandão Andrade
Xandão Andrade é professor de Educação Física, formado pela UNIP (Universidade Paulista), Empresário na Área Fitness e Personal Trainer na cidade de Uberlândia, com passagens nas praias do Litoral Paulista onde implementou o Treinamento de Alta Performance nas areias da praias de lá.

DEIXE SEU COMENTÁRIO