Márcio Malamud negocia permanência de parceria com a URT

Depois de uma parceria que deu liga com a URT de Patos de Minas, no qual o clube pantense avançou par a segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro com um time muito jovem e montado em cima da hora, Márcio Malamud estuda propostas para o futebol em 2017. O empresário conversa com a diretoria do Trovão Azul para a continuidade do projeto do clube com vistas ao Módulo I do Mineiro. O presidente da URT, Roberto de Miranda, disse em entrevista ao Manchete Esportiva que o clube conta com o apoio de Márcio para o ano que vem.

“Na verdade houve uma aproximação grande neste período de participação na Série D. Houve um entrosamento muito grande de pensamentos. A URT é um clube simples e muito organizado. Tem uma gestão bem feita e com muita simplicidade. Não existe vaidade entre a diretoria, são muito tranquilos e bacanas”, disse Márcio que falou também sobre a continuação ou não da parceria.

“Conseguimos classificar para a segunda fase da Série D, mas faltou um pouco de experiência para ainda estarmos na competição lutando até pelo acesso. Eles querem dar continuidade, estamos conversando, não tem nada certo, foi uma experiência nova e veremos se nos próximos dias possamos definir tudo”, disse.

 Campeonato Amador

Apaixonado pelo futebol e por Uberlândia, Márcio Malamud vem acompanhando algumas rodadas do Campeonato Amador da cidade. Ele dá a sua visão sobre a competição. ”É um futebol muito aguerrido e mesmo os atletas profissionais que ali estão tem este espirito. Falta um pouco de estrutura tática pela falta de treinamentos, pois grande parte dos jogadores se encontra no dia do jogo e não existe, às vezes, o entrosamento necessário. Vale mais o futebol “cascudo”. Tenho assistido e gostado muito. Quero acompanhar ainda mais”, disse Márcio.

UEC

Nas redes sociais e nas ruas, muitos torcedores cobram um futuro retorno de Márcio Malamud ao futebol do Uberlândia Esporte, isto devido ao trabalho realizado durante o título do Módulo II de 2015, quando o Verdão saiu de uma fila de cinco anos no que é a legítima segunda divisão mineira. Márcio garante ter bom relacionamento com toda a diretoria alviverde e não descarta um retorno futuro.

“A minha relação com os dirigentes do UEC é a melhor possível. O Uberlândia marcou a minha vida e a minha relação com o futebol de uma maneira muito forte. Eu tenho um pedaço forte do São Paulo, onde sou conselheiro, e um pedaço forte do Uberlândia”, disse Márcio que falou ainda sobre os torcedores.

“Vi alguns movimentos de torcida e muitas mensagens pedindo minha volta, mas, hoje, o clube está num caminho próprio, pois já tem um modelo de gestão e organização. Eu vou estar sempre à disposição. O dia que precisarem estarei pronto para ajudar, mesmo porque moro na cidade”, disse Malamud.

COMPARTILHAR
Eder Lúcio
Eder Lucio é jornalista formado no Centro Universitário do Triângulo (Unitri) e tem especialização em Jornalismo Esportivo. Trabalhou por oito anos como repórter do Jornal Correio de Uberlândia, no qual participou de coberturas jornalisticas na região e por todo o Brasil.

DEIXE SEU COMENTÁRIO