Fumaça, figura carimbada, marca no alambrado

No último domingo (14), em mais um dia de poliesportivo cheio, regado à cerveja, espetinho e muitas provocações, o futebol amador de Uberlândia segue firme e forte. No poli João Naves, localizado no tradicional bairro Patrimônio, zona sul de Uberlândia, o Colorado enfrentou o Minas Gerais, do Umuarama, zona norte da cidade e, como sempre, contou com uma ajuda extra. Mãozinha que valeu apena, já que o Colorado venceu a partida por 1 a 0.

José de Alimateia, mais conhecido como “Fumaça”, esteve de um lado para o outro nas arquibancadas do poliesportivo, gritando, gesticulando, provocando os jogadores de seu time e, principalmente, do adversário, em busca de mais três pontos na competição.

O principal alvo do dia foi um zagueiro do Minas. Fumaça o provocou o tempo todo em busca de desestabilizar o número 4 adversário, atitude já conhecida por todos que acompanham o amador da cidade, principalmente pelos moradores do Patrimônio. “Hoje eu peguei o camisa quatro para marcar. Agora, o resto do time só tem dez jogadores para marcar. Pode deixar o quatro pra mim”, afirmou Fumaça.

Fumaça é um dos personagens mais folclóricos do futebol amador de Uberlândia
Fumaça é um dos personagens mais folclóricos do futebol amador de Uberlândia

Desde 1980, Fumaça acompanha o futebol amador da cidade.  Mas foi em 1987 que o grande ícone do Colorado iniciou como jogador de futebol da primeira divisão. Apaixonado pelo futebol, Fumaça se mudou para o Patrimônio após seu casamento, teve o privilégio de ver seu time amador do coração nascer e, em 1991, um ano após o acesso, teve o prazer de fazer parte do time rubro.

“Fui diretor e presidente. Hoje estou na vice-presidência”, garante Fumaça, que deixa bem claro que, antes de tudo, é torcedor fanático. Hoje Fumaça veste uma camisa, que recebeu de presente, com uma frase feita por ele: Te amo ganhando, te amo perdendo, te amo empatando. Aqui é fiel. “Foi um presente que ganhei ano passado, e hoje ela é eterna”, completa Fumaça muito feliz ao mostrar a camiseta.

 

COMPARTILHAR
Pácis Junior
Pácis Júnior é cineasta, diretor da série humorística Piadorama, e documentárista. Foi diretor do programa Resenha, do Futebol Uberlândia, e hoje é coordenador da Manchete Esportiva.

DEIXE SEU COMENTÁRIO