Em pouco tempo, muita coisa mudou na principal categoria do automobilismo mundial

Os amantes da F1 reclamaram bastante do longo período em que o Safety Car ficou na pista e, na sequência, a largada lançada com os carros em movimento.

Para evitar a perda do momento mais emocionante da categoria, o Grupo de Estratégia optou por uma largada normal, porém, após algumas voltas com o Safety Car. Após essas voltas, os carros seriam posicionados no grid para a largada, todos com pneus de chuva.

Não houve confirmação, mas tudo indica que os pilotos deverão seguir para a largada sem a permissão de ir para os boxes para uma mudança de pneus, neste caso para o intermediário. Eles deverão completar uma volta antes da troca de pneus.

Como procedimentos de largada estão definidos nos regulamentos, há sugestões de que os ajustes atuais possam ser implementados sem a necessidade de uma mudança de regra.

Sem a “sandália” de proteção

F1-2
O Halo seria implementado em 2017

Outra decisão do Grupo de Estratégia foi pela reprovação da peça de segurança que parece uma sandália de dedo. O “Halo”.

Mesmo após meses e meses de testes, a peça “Halo”, que seria introduzida na temporada 2017, foi reprovada por Jean Todt, presidente da FIA, Bernie Ecclestone, executivo e dono dos direitos comerciais da categoria, e mais seis equipes. Ainda não se sabe o motivo.

Pode falar à vontade

Lembra que o filho de Keke, o Nico Rosberg, quase foi punido pela comunicação via rádio da equipe Mercedes, sugerindo evitar a sétima marcha? Pois é!

A livre comunicação pelo rádio volta à F1, com exceção à volta de apresentação, medida tomada para garantir que não exista nenhum tipo de auxílio aos pilotos em relação às configurações de embreagem.

Limites de pista

E as mudanças não param por aqui.

De acordo com a dificuldade em julgar a possível vantagem que o piloto teria ao sair da pista, o Grupo de Estratégia também colocou em discussão o término dos limites de pista.

Definitivamente, são muitas mudanças em tão pouco tempo. Agora é saber se a F1 e seus fãs vão ganhar, ou não, com tudo isso.

COMPARTILHAR
Pácis Junior
Pácis Júnior é cineasta, diretor da série humorística Piadorama, e documentárista. Foi diretor do programa Resenha, do Futebol Uberlândia, e hoje é coordenador da Manchete Esportiva.

DEIXE SEU COMENTÁRIO